CADEIRA 32

FUNDADOR

PATRONO

SUCESSOR

Nasceu na cidade de Clevelândia no dia 14 de outubro de 1896, onde viveu a sua infância.

 

No período de 5 de março de 1907 a 10 de dezembro de 1912, fez o curso de humanidades no E seminário episcopal, hoje, Internato Paranaense de Curitiba. Em 6 de março de 1914, foi nomeado professor provisório para a localidade de Barracão, onde contraiu matrimônio com Jocelina Prestes.

Em 7 de abril de 1917, foi promovido como diretor do Grupo Escolar de Clevelândia, sendo em 28 de janeiro de 1920, efetivado por concurso no cargo de professor público.

Transferindo-se para Guarapuava em abril de 1924, assumiu as funções de chefe do setor contábil do estabelecimento comercial de propriedade de seu conterrâneo Crescencio Martins, vindo mais tarde, em 1934, prestar o compromisso de Promotor Público interino da Comarca, e logo mais, juntamente com o saudoso Tancredo Thomaz de Faria, prestou seus serviços contábeis na conceituada Casa Bancária Francisco Missino, primeiro estabelecimento de crédito fundado em Guarapuava.

Em 23 de fevereiro de 1937 inscreveu-se sob o número 114 na Ordem dos Advogados do Brasil, Secção do Paraná, como solicitar provisionado, depois dos respectivos exames.

Em 11 de maio de 1941 foi inscrito na superintendência do ensino comercial, Rio de Janeiro como contador provisionado.

Em 10 de novembro de 1944, prestou compromisso como secretário da Prefeitura Municipal de Guarapuava. Em 8 de abril de 1946, mediante exame de suficiência na Faculdade de Filosofia de Curitiba, foi nomeado para exercer as funções de professor de português e latim no Ginásio Estadual Manoel Ribas.

Em 20 de fevereiro de 1947, foi designado pelo então interventor Federal do Paraná, desembargador Augusto de Carvalho Chaves, para exercer as funções de Prefeito Municipal de Guarapuava.

Em 31 de janeiro de 1955, em memorável pleito eleitoral pela legenda do partido Social Democrático foi eleito Prefeito Municipal, exercendo até o seu final que ocorreu no dia 31 de janeiro de 1959.

Retornou ao magistério no Colégio Estadual Manoel Ribas, sendo então nomeado o seu diretor.

Em 9 de janeiro de 1960, foi nomeado escrivão do 1o Oficio Civil e Anexos da Comarca de Guarapuava.

Finalmente em 6 de outubro de 1969, deixou a direção do colégio estadual Manoel Ribas por efeito de aposentaria, com 35 anos de bons serviços públicos com a idade de 72 anos.

Em diferentes épocas, o Prof. Joaquim Prestes exerceu, como rara proficiência, as funções de diretor do tradicional semanário guarapuavano Folha do Oeste. Foi membro proeminente da Loja Maçônica Filantropia Guarapuavana, associado remido de quase todas as agremiações recreativas locais, tendo sido um dos fundadores e presidido o Grêmio Esportivo do Oeste de grandes conquistas esportivas.

 

Faleceu no dia 23 de janeiro de 1980

Copyright © 2019

Direitos Reservados - ALAC

Rua Senador Pinheiro Machado, 1827, Centro

85010-100 - Guarapuava - Paraná

podcast.png

Desenvolvido por

Fábio Vinícius Primak